Tratamentos‎ > ‎

Síndrome do Pânico

Tratamento Síndrome do Pânico
A síndrome do pânico, também chamada de transtorno do pânico, é uma doença que se caracteriza pelas crises inesperadas de desespero e de forte medo de que algo ruim vai acontecer. Frequentemente a pessoa tem a sensação que vai morrer de um ataque cardíaco, ou de alguma outra maneira, como por exemplo por sufocamento ou então a sensação de que vai enlouquecer a qualquer momento, perdendo o controle.

Como os ataques de pânico são inesperados, outro problema bastante comprometedor das pessoas que lidam com a síndrome do pânico é o medo de um nova crise de pânico. Por se tratar de um transtorno de ansiedade, esse medo do novo ataque de medo (medo do medo), aumenta a ansiedade que por sua vez, aumenta a possibilidade de haver um novo ataque num tempo próximo. Curiosamente, ouvimos com frequência relatos que os ataques de pânico ocorreram justamente quando se está tudo calmo. Muito comum também a síndrome do pânico ser acompanhada com agora fobia, ou fobia social. Mas todos estes problemas podem ser tratados com igual sucesso pela hipnoterapia.

O tratamento com hipnose não é invasivo, e completamente seguro.

Esse medo de novos ataques de pânico, reduzem muito a qualidade de vida das pessoa, a cada ataque é comum associar o ataque de pânico a situação ou lugar onde a pessoa se encontrava.

A terapia com hipnose se apresenta como uma das melhores alternativas na atualidade para o tratamento da síndrome do pânico, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) "ensaios clínicos randomizados também oferece
m evidências convincentes de que terapias, tais como técnicas de hipnose e relaxamento pode aliviar a ansiedade, a síndrome de pânico e a insônia.

Sintomas da Síndrome do Pânico
Se você sofrer da síndrome do pânico, é comum que esteja fazendo qualquer atividade e subitamente começa a sentir um crescente medo, e não o consegue controlar. Um terror vai tomando conta da sua mente e do corpo, o coração acelera, se sente sufocado, pode vir com tonturas, faltar de ar, tremores, as pernas podem ficar bambas, você sente está correndo um terrível risco, de que você vai morrer com um ataque cardíaco ou de outra maneira, ou então, fica com medo de ficar louco para sempre e/ou perder o controle.

Segundo a OMS, técnicas de hipnose podem aliviar a síndrome do pânico.


Os chamados mecanismos de sobrevivência, que todas as pessoas possuem, são acionados sem necessidade na crise de pânico, sem haver um perigo real. É como se tivéssemos um despertador que começasse a tocar o alarme em qualquer hora da noite, horas antes do horário correto de acordar.
O tratamento da síndrome do pânico com a hipnose, vem demonstrado que na maior parte dos casos, a cura é possível, e mesmo quando não se obtêm a cura, o tratamento traz inúmeros benefícios, como a redução da ansiedade e medos de novos ataques, a redução da frequência de ataques, o aprendizado de auto-hipnose para prevenir, reduzir e minimizar os efeitos de um novo episódio ataque de pânico.


A melhora na qualidade de vida é significativa, estudos mostram melhora efetiva após o tratamento com hipnose. Com a hipnose é possível encontrar a causas emocionais do transtorno do pânico, enquanto se atua nos sintomas com sugestões pós-hipnóticas. Imagens de ressonância magnética mostra que os benefícios do tratamento são mensuráveis, não é necessário acreditar para funcionar. Acreditar no tratamento pode até facilitá-lo, mas não influencia nos resultados finais.

Assista a reportagem sobre Hipnose para tratar a Sindrome do Pânico


 Atendimento em Florianópolis, dúvidas, perguntas: Acesse aqui.

Miguel Gomes
João Covasque